Saltar navegação
SNS - Serviço Nacional de Saúde

Internamento

Internamento

Internamento Programado

 

No dia programado para o internamento, dirija-se ao secretariado do Serviço indicado, de modo a completar o seu processo administrativo de admissão.

 

Deve trazer todos os seus exames recentes, assim como o seu Cartão de Utente e/ ou Cartão de Beneficiário e alguns artigos de uso pessoal.

 

Internamento de Urgência

 

Após atendimento na Urgência, pode ser decidido o internamento num dos Serviços de especialidade do Hospital. No ato de admissão, os seus familiares devem prestar toda a informação necessária e responsabilizarem-se pelos seus objetos pessoais e de valor.

 

Se tal não for possível, serão os mesmos depositados à guarda do Hospital e devolvidos posteriormente.

 

Acompanhamento familiar nos internamentos hospitalares

 

Foi publicada no dia 14 de Setembro, em Diário da República, a Lei n.º 106/2009 que estabelece o regime do acompanhamento familiar, em internamento hospitalar, de crianças, pessoas com deficiência, pessoas em situação de dependência e pessoas com doença incurável em estado avançado e em estado final de vida em hospital ou unidade de saúde. 
 
O presente diploma revoga a Lei n.º 21/81, de 19 de Agosto, sobre acompanhamento familiar de criança hospitalizada, e a Lei n.º 109/97, de 16 de Setembro, relativa a acompanhamento familiar de deficientes hospitalizados.
 

Para mais informações, consulte a Lei n.º 106/2009 - Acompanhamento familiar em internamento hospitalar ou o Guia do Acompanhamento em baixo apresentado.

 

Ir para o topo ▲