Saltar navegação
SNS - Serviço Nacional de Saúde

Triagem de Manchester

Triagem de Manchester

Porquê um Sistema de Prioridades

 

As urgências Hospitalares existem para o atendimento rápido das situações de risco para a saúde, pelo que é claro que quanto mais grave a situação clínica mais rapidamente devem ser atendidos.
 
Se vier de um Centro de Saúde, de outro Médico ou de Ambulância, mesmo tendo sido enviado de um Centro de Saúde, ou pelo Médico Assistente terá de ser avaliado na triagem de prioridades, e se a sua situação for considerada não urgente (azul) aguardará a sua vez, ou seja, quando não houver doentes mais graves.
 

Triagem de Prioridades

 

O sistema de triagem de Manchester, em vigor em vários Hospitais do País, está acreditado pelo Ministério da Saúde, Ordem dos Médicos e Ordem dos Enfermeiros.
 
Este sistema utiliza um protocolo clínico que permite classificar a gravidade da situação de cada doente que recorre ao Serviço de Urgência.
 

Como se faz a Triagem de Prioridades

 

Após efetuar a sua inscrição na Admissão de Utentes, será encaminhado para um gabinete novo, onde será atendido por um Enfermeiro que lhe fará algumas perguntas sobre o motivo da sua vinda e, após uma observação rápida mas objetiva, lhe atribuirá uma "cor".

 

O que significam as cores? Existem 5 cores, vermelho, laranja, amarelo, verde e azul, cada uma representando um grau de gravidade e o tempo ideal em que o doente deverá ser atendido.

 

 

O que acontece de seguida?

 

Se for considerado emergente (vermelho) entrará de imediato no balcão a que se destina. Se for considerado muito urgente (laranja) ou urgente (amarelo) entrará para uma sala de espera interna onde o Médico o chamará para ser observado e tratado.

 

Se for considerado pouco urgente (verde) ou não urgente (azul) aguardará na sala de espera a sua vez, que será quando não houver doentes mais graves para serem tratados.

  

Ir para o topo ▲