Saltar navegação
SNS - Serviço Nacional de Saúde

Controlo de Infeção

Apresentação
Organização
Equipa
Consultas
Exames
Contactos
Documentos
Controlo de Infeção

O Grupo Coordenador Local - Programa de Prevenção e Controlo de Infeção e Resistência Antimicrobiana (GCL-PPCIRA) é um órgão de assessoria técnica de apoio à gestão. Tem um caráter técnico, executivo e multidisciplinar que deve ser representativo e ajustado à modalidade de gestão da instituição.


O Grupo é dotado de autoridade institucional e autonomia técnica, para implementar o Plano Operacional de Prevenção e Controlo de Infeção da Unidade de Saúde.

 

Compete ao Conselho de Administração, através do GCL-PPCIRA, cumprir as estratégias recomendadas no Programa Nacional de Controlo de Infeção designadamente:


  • Elaborar o Plano Operacional de Prevenção e Controlo de Infeção e implementar um sistema de avaliação das ações desenvolvidas;

  • Implementar políticas e procedimentos de prevenção e controlo de infeção e monitorizá-las através de auditorias periódicas. Proceder à revisão trienal das normas e sempre que surjam níveis de evidência que o justifiquem;

  • Conduzir a vigilância epidemiológica de acordo com os programas preconizados pelo Programa Nacional de Controlo de Infeção e as necessidades das Unidades de Saúde;

  • Investigar, controlar e notificar surtos de infeção, visando a sua efetiva prevenção;

  • Monitorizar os riscos de infeção associados a novas tecnologias, dispositivos, produtos e procedimentos;

  • Colaborar com o serviço de aprovisionamento na definição de características de material e equipamento clínico e não clínico com implicações no controlo e prevenção das Infeções Associadas aos Cuidados de Saúde;

  • Proceder, em articulação com os serviços de Higiene, Segurança e Saúde no Trabalho e de Gestão de Risco, à avaliação do risco biológico em cada serviço e desenvolver recomendações específicas, quando indicado;

  • Participar no planeamento e acompanhamento da execução de obras a fim de garantir a adequação à prevenção das Infeções Associadas aos Cuidados de Saúde;

  • Participar no desenvolvimento e monitorização de programas de formação, campanhas e outras ações e estratégias de sensibilização;

  • Participar e apoiar os programas de investigação relacionados com as Infeções Associadas aos Cuidados de Saúde, a nível nacional e internacional.

Ir para o topo ▲