Saltar navegação
SNS - Serviço Nacional de Saúde

Patologia Clínica

Apresentação
Organização
Equipa
Consultas
Exames
Contactos
Documentos
Patologia Clínica
Patologia Clínica é a especialidade médica que complementa o diagnóstico clínico presuntivo de alterações do estado de saúde e/ou monitorização de terapêuticas, através de analises laboratoriais.

Quais os cuidados de saúde prestados e as áreas de atividade do Serviço de Patologia Clínica?


  • Exames Complementares Analíticos


O Serviço de Patologia Clínica do HGO tem como missão realizar exames complementares analíticos, vulgo análises clínicas, com garantia de fiabilidade e qualidade, à comunidade que recorre à instituição hospitalar, seguindo a boas práticas laboratoriais, contribuindo assim para os cuidados de saúde prestados.

 

Tem ainda como missão promover a formação de outros profissionais e envolver-se em parcerias de investigação, procurando corresponder às solicitações dos diferentes Serviços que compõem a vertente assistencial do Hospital e colaborar com outras entidades locais de saúde a nível dos cuidados primários e secundários.


Desenvolve a sua atividade tendo em conta os seguintes valores: prestação de serviço público; manutenção de equipa coesa e polivalente; preservação da garantia de qualidade; promoção da segurança; exigência de rigor e competência; organização e liderança partilhadas; observância da deontologia e da ética.

 

O Serviço encontra-se a desenvolver os seguintes projetos:

 

  • HosPoc – Sistema de gestão da qualidade dos testes Point of Care (PoC) do Hospital (tiras testes à cabeceira do doente), garantindo o controlo de qualidade de todos os processos e a normalização dos procedimentos, bem como a rastreabilidade dos equipamentos, reagentes, utilizadores e resultados. Além de possibilitar uma clarificação dos procedimentos de atuação, a introdução desta solução facilitará a correta identificação dos doentes durante todo o período de passagem pelo Hospital, vantagens em termos de economia de tempo e controlo de custos, contribuindo para melhores decisões e resultados clínicos. O HGO é pioneiro na introdução deste sistema em Portugal, que já se encontra implementado em cerca de 45 países com um total de 700 instalações;

 

  • EARSS (European  Antimicrobian Resistance) - Projeto europeu de uso de “nova família” de antibióticos no âmbito de infeções no sangue (sepsis) e liquor (meningites);

 

  • ARSIP (Antimicrobian Resistance Surveillance Program) e Viriato – Projetos nacionais no estudo de antibióticos em infeções respiratórias a determinados microorganismos.

 





Ir para o topo ▲